"...nem todos os dias são dias de olhar feliz. Estes dias raramente nos são oferecidos (daí o seu mistério) e quase sempre têm de ser construídos, desenhados, conquistados. Nesta procura do sentir a alma plena dos reflexos doces destes dias de olhar feliz, a vida, a nossa vida, mistura dor e alegria, sofrimento e felicidade, desilusão e sonho, amargura e paixão, choro e riso, ódio e amor. Assim, quando nessa busca constante O vento te rugir e a chuva cair em massa, quando o céu te fugir e sentires o teu amor em desgraça, quando o arco-íris te mentir e a sua recordação ficar laça, lembra-tedo brilho divino que vislumbraste nesta promessa de amor eterno….Lembra-te Que o vento, a chuva, o cinzento do céu, o arco-íris, as tuas lágrimas, as tuas duvidas, todos eles fazem parte do mistério da vida. Lembra-te Como Pessoa, que: “O mistério das cousas? Sei lá o que é o mistério. Único mistério é haver quem pense no mistério.”Aí ergue os teus olhos para o firmamento e procura devagar, em paz, o caminho de regresso ao vosso arco-íris de mãos dadas com o brilho intenso e mágico (quase irreal) da mais nova de todas as estrelas do céu..." LC21/06/97

03/12/2010

minha cadela é uma querida e a minha filha também ;o)

03/12/2010


Ontem na minha hora de almoço, chovia muito e estava bem fresquinho, resultado quando estava para sair com a Naomi para o passeio dela, ponderei não ir, eu ia ficar gelada e ela toda encharcada, mas, quando vi o olhar dela (ainda mais) infeliz quando percebeu que não ia, resolvi ir buscar um chapéu de chuva e lá fomos nós, e ainda bem que fui, a chuva parou logo a seguir e a alegria dela a pular e a ir buscar os paus que eu lhe atirava, compensou (muito) os pés gelados e a molha, realmente os cãopanheiros necessitam de tão pouco para se sentirem felizes! Quando cheguei limpei a canita com a toalha dela e ela lá ficou toda contente e eu apesar dos pés gelados vim trabalhar com a sensação de “tarefa cumprida”, o que é sempre bom, ainda mais nestes dias em que parece que todo o trabalho que faço fica sempre aquém de esperado.

Ao final do dia, quando vinha no carro com a Leonor depois da escola, achei muita piada quando lhe perguntei: Sabes quem é que está em casa à mossa espera? a Leonor disse logo é a Nana ;O), são umas queridas!

Em casa fiz sopa para ela enquanto lhe dava banho (abençoada Bimby), dei-lhe a o jantar, fiz o meu e ainda brinquei com as duas, enquanto eu estava na cozinha a Leonor esteve a brincar e a ver baby tv e a Naomi a fazer-lhe companhia, sem guerras sem birras e sem fazer disparates, é ou não uma querida?

Cada vez gosto mais destas duas, realmente não há nada como os bichos e as crianças, o amor deles é mesmo incondicional., não é egoísta, sem ressentimentos, não cobram, e gostam sempre de mim, quer eu esteja de boa cara ou não, é tão mais fácil assim, uma conta simples, se deres também recebes.

Já agora a Leonor anda com uma alergia na cara, estou farta de experimentar cremes, alguém tem sugestões? agradecida.

3 diga lá:

Van Dog disse...

Que lindo.

Susana Pina disse...

A minha Big se vê chuva recolhe-se logo para dentro de casa...é uma cadela muito sensivel...hihihihihi

Os cães adoram crianças e vice-versa e nota-se tão bem a cumplicidade entre a Naomi e a Inês...

Bjs
Susana

Anónimo disse...

Cold Cream da Mustela

 
Design by Pocket