"...nem todos os dias são dias de olhar feliz. Estes dias raramente nos são oferecidos (daí o seu mistério) e quase sempre têm de ser construídos, desenhados, conquistados. Nesta procura do sentir a alma plena dos reflexos doces destes dias de olhar feliz, a vida, a nossa vida, mistura dor e alegria, sofrimento e felicidade, desilusão e sonho, amargura e paixão, choro e riso, ódio e amor. Assim, quando nessa busca constante O vento te rugir e a chuva cair em massa, quando o céu te fugir e sentires o teu amor em desgraça, quando o arco-íris te mentir e a sua recordação ficar laça, lembra-tedo brilho divino que vislumbraste nesta promessa de amor eterno….Lembra-te Que o vento, a chuva, o cinzento do céu, o arco-íris, as tuas lágrimas, as tuas duvidas, todos eles fazem parte do mistério da vida. Lembra-te Como Pessoa, que: “O mistério das cousas? Sei lá o que é o mistério. Único mistério é haver quem pense no mistério.”Aí ergue os teus olhos para o firmamento e procura devagar, em paz, o caminho de regresso ao vosso arco-íris de mãos dadas com o brilho intenso e mágico (quase irreal) da mais nova de todas as estrelas do céu..." LC21/06/97

15/04/2009

4 anos de saudade

15/04/2009

Hoje é um dia triste, faz hoje 4 anos que tive que me despedir de ti, e ainda dói, dói muito.
Quando tive que te dizer adeus, não fazia ideia que ias levar um bocadinho de mim contigo, apesar de estares no jardim lá de casa, fiquei com um buraco na alma, cheio de saudades e nos primeiros tempos um buraco cheio de sofrimento.
O dia foi mau, mas os dias a seguir foram ainda piores, senti-me tão vazia, tão perdida, com a minha alma tão cheia de mágoa e de saudades. Foi duro, muito duro, a Naomi ajudou muito, mas a verdade é que nenhum amor substitui outro. Sem duvida que 4 anos depois, não me sinto tão vazia com a tua ausência, tenho a Naomi e um bebé a crescer dentro de mim, e isso faz a diferença e que diferença. Mas, a tua ausência é muito sentida minha querida Inca, lembro-me da cada passo dado nesse dia 15 de Abril, lembro-me do desespero de saber que aquele era o teu último dia de vida, lembro-me de te ter apertado e do abraço do teu dono na nossa despedida, e do teu olhar, parecia que sabias que estava na hora. Recordo tantos momentos maus naqueles dias, paulatinamente o sol foi voltado à minha vida e as lágrimas foram substituídos por sorrisos, sorrisos de saudade, mas cheios de carinho.
Perder algo que se ama é terrível, as perdas são sempre dolorosas, mas por vezes parece que a vida nos quer ensinar algo e nada corre bem, e ficamos com a sensação que estamos sempre a perder, e temos que ter cuidado, para não perder também esperança. Mas é muito mais fácil viver a vida com positivismo, quando as batalhas ganhas são mais que as perdidas, ou quando não nos é negado algo importante muito mais fácil manter a esperança que a ter recuperar após mais uma derrota ou rasteira. A época da tua perda foi uma época de travessia do deserto, em que eu sentia que só perdia, espero sinceramente que a minha travessia tenha terminado, o sofrimento da tua perda foi tão duro. Esteja onde estiveres querida inca, e apesar de não te poder abraçar, estarás sempre no meu coração. Foi um grande amor, o nosso, e os grandes amores devem ser sempre celebrados. Obrigada querida Inca!

9 diga lá:

Anónimo disse...

Acho que a INCA foi o 1º cão/cadela com quem me senti realmente á vontade (tu bem sabes o pouco à vontade que eu tenho com os animais)!
Ela conseguiu conquistar-me!!!!!!
Vera

Formiguinha disse...

Foi impossível conter umas lágrimas... Bjinhos grandes!

Micas disse...

Bem...aqui fica um abraço bem apertadinho.

Mtos beijinhos,
Inês

cg disse...

Muitos beijinhos para esta dona tão dedicada! Nem quero pensar como será quando perder a minha fofinha linda. Mas sei que vai ser muito difícil!

Cakuxa disse...

Estou a chorar, sei bem o que sentes...

Um grande beijinho e um grande abraço!

Susana Pina disse...

Que post amiga...é impossivel ficar indiferente a estas palavras.
Amamos os nossos animais como amamos as pessoas da nossa familia, e quando os perdemos, fica o vazio, a saudade, a dor.
a Inca será sempre lembrada por ti, só o teu blog diz tudo.
Um bj no teu coração neste dia mais triste
susana

Van Dog disse...

Uauff.

cate disse...

;) a tua inca...
Para ti, minha Inca um grande beijao! E para a L tb!!
beijos cate

soniaq disse...

Quando se escreve assim, com o coração, é inevitável as lágrimas...
Uma festinha no teu coração amiga.
Bjinhos

 
Design by Pocket