"...nem todos os dias são dias de olhar feliz. Estes dias raramente nos são oferecidos (daí o seu mistério) e quase sempre têm de ser construídos, desenhados, conquistados. Nesta procura do sentir a alma plena dos reflexos doces destes dias de olhar feliz, a vida, a nossa vida, mistura dor e alegria, sofrimento e felicidade, desilusão e sonho, amargura e paixão, choro e riso, ódio e amor. Assim, quando nessa busca constante O vento te rugir e a chuva cair em massa, quando o céu te fugir e sentires o teu amor em desgraça, quando o arco-íris te mentir e a sua recordação ficar laça, lembra-tedo brilho divino que vislumbraste nesta promessa de amor eterno….Lembra-te Que o vento, a chuva, o cinzento do céu, o arco-íris, as tuas lágrimas, as tuas duvidas, todos eles fazem parte do mistério da vida. Lembra-te Como Pessoa, que: “O mistério das cousas? Sei lá o que é o mistério. Único mistério é haver quem pense no mistério.”Aí ergue os teus olhos para o firmamento e procura devagar, em paz, o caminho de regresso ao vosso arco-íris de mãos dadas com o brilho intenso e mágico (quase irreal) da mais nova de todas as estrelas do céu..." LC21/06/97

19/02/2008

vocês sabem lá

19/02/2008
Na próxima 5ª feira é o meu aniversário.Faço 37 anos, não gosto do número, mas não posso fazer nada, ninguém me perguntou, nasci em 1971, por isso em 2008 faço 37, contra factos não há argumentos.
Claro que muitos me dizem, que não senhor não pareço nada ter esta idade, mas, (e na vida existem sempre uns “mas” à nossa espera) a eterna pergunta chega logo a seguir.
- Tens 37 anos e AINDA não foste mãe (do género mas que raio de fêmea és tu afinal???) Ou então - Com essa idade o que é que estás à espera para teres filhos??? (do género esta deve andar a dormir e deve achar que os meninos se encontram nas prateleiras do supermercado)
E eu suspiro, inspiro fundo e dou uma resposta qualquer, mas, por dentro fico despedaçada, a voz que não sai treme e os soluços que engulo sufocam-me!
Gostava de poder gritar “Vocês sabem lá” e guardar o resto para mim, só para mim.
Quando olho para trás, recordo que aos 25 anos, sonhava com tanta coisa que teria aos 37, não tinha dúvidas nessa altura, sonhava com o que teria e claro nem me passava pela cabeça perder seja o que for. Por volta dos 33, percebi finalmente, que nem sempre temos o que julgamos certo, e que por vezes perdemos quem menos esperamos.
Vocês sabem lá.
Não estou triste por fazer 37 anos, não estou triste pelos disparates que tenho que ouvir, apenas repito vocês sabem lá, sabem lá o que é querer e não poder, o que é ver e saber que não é meu, vocês sabem lá dar o valor real de algumas coisas, vocês sabem lá o que é perceber que mesmo as coisas que parecem muito simples, por vezes são tão difíceis de se concretizar, vocês sabem lá o que é querer que a voz não trema e as lágrimas não caiam e não conseguir.

imagem retirada daqui

11 diga lá:

Formiguinha disse...

Cada um sabe da sua vida e o resto é conversa.

Bjinhos

Sem Desistir disse...

Acredito que muita gente não saiba o que é tudo o que já referiste.
Nem sabem dar o devido valor...
É triste desejar algo e ser tão dificl alcançá-lo. Revejo-me em cada uma das tuas palavras, mas, temos de continuar a nossa caminhada.
bjs

Marita disse...

As pessoas acham à partida que é obrigatório para um casal ter filhos. Sabem lá se o casal quer realmente ter filhos, ou se pode ter filhos?!
Infelizmente nunca se lembram do quanto uma pergunta, tão simples mas tão intima, pode magoar uma pessoa.
Aprendi essa lição nos meus primeiros meses de tentativas. Nunca mais perguntei a nenhum casal "Então e filhos?".
Como se costuma dizer, Só que está no convento é que sabe o que lá vai dentro...
Mas espero e torço para que consigas alcançar tão lindo sonho. Quem sabe se não será agora aos 37 anos? Deus queira que sim :)

beijinhos docinhos

Clara disse...

Sabem lá o que vai na alma de cada 1 de nós... sabem lá... nem sabem que o meio amontoado de palavras que formam numa frase desse tipo têm um efeito de bomba dentro de quem por elas passa.

A boca tem tãooooo boa caixa. Dói e há-de doer sempre. Nem que fosse exactamente pelo oposto da situação. É a pergunta da treta, é o querer saber sem querer saber, na verdade...bah pra eles. Viva para ti, com quase 37 anos e linda!

Um abraço

Mary disse...

Olá!
Eu sei bem que tipo de comentários ouvi por vezes... tão injustos e crueis como se eu fosse muito egoista... Ignora ou então responde à letra!
Bjs

Anónimo disse...

Vocês sabem lá
que tormento é viver sem esperança
e ter coração
coração que não dorme nem cansa
Não há maior dor nem viver mais cruel
que sentir o amargo do fel
em vez de mel,
vocês sabem lá

Bjs
Amélia

Luna disse...

ai inca há pessoas que deviam ter uma rolha para tanta falta intelegencia ou sei lá, será não pensam seus comentários são escusados. que pazer teem em magoar as pessoas? Afinal não vivemos um pais livre? somos donos da nossa vida e nela fazemos que quizemos. Essas pessoas das uma, ou mando o meu sorriso xxl impacável, ou nos dias menos paciencia vai mesmo resposta.
bjocas e dou-te parabens na sexta quinta é dia de folga no escritório
bjos
Luna

duxa disse...

também já passei dos trinta...nem namorado nem filhos... perguntas quando te casas?? estás encalhada??
julgas que a joventude dura a vida toda?? " eles sabem lá"...

Cocas disse...

Custa tanto ouvir essas perguntas tão dolorosas.

Também nunca disse a ninguem que não conseguia engravidar, ainda hoje muitas pessoas próximas não sabem que fiz ttt. Era uma coisa nossa e ninguem tinha que saber, mas essas perguntas magoavam tanto...

Hoje não sei se contaria só para não me magoarem. Acho que algumas pessoas não o fazem por mal, e outras fazem-no pq têm muita estupidez natural.

Tenta não te deixar ir abaixo, luta pelo teu filho como tens lutado e muita força. Nós estamos aqui para te apoiar e dar miminhos nos dias menos bons, e nos dias bons para festejar contigo.

Não sei se vou conseguir vir aqui, por isso aproveito para te desejar uns 37 anos cheiinhos de boas surpresas!

Beijinhos
Cocas

Susana Pina disse...

Querida Inca, como eu te compreendo...Tantas, mas tantas vezes tive que ouvir comentários desses e calar-me antes que disse-se asneiras, porque muitas vezes é o que me apetece, mas por regra da boa educação prefiro nem dizer nada.
Amiguinha, força e coragem é o que te desejo
Susana

Lita disse...

Eu acho que é preciso passar pelas situações para perceber o quanto uma pergunta, aparentemente tão inofensiva e banal, pode ser tão cruel. E por vezes, ouvimos essas questões das pessoas que menos esperamos e que mais têm obrigação de ter alguma sensibilidade, do género "vocês não prestam para nada, eu com a tua idade já tinha 3 filhos!". Sofocamos as lágrimas, a tristeza e a revolta e seguimos à nossa vida até podermos chorar em privacidade!

Aproveita bem as tuas 37 primaveras e valoriza as pequenas alegrias porque, cada vez mais me convenço, que são essas que levamos desta vida. Muitos parabéns!

Um beijinho grande
Lita

 
Design by Pocket