"...nem todos os dias são dias de olhar feliz. Estes dias raramente nos são oferecidos (daí o seu mistério) e quase sempre têm de ser construídos, desenhados, conquistados. Nesta procura do sentir a alma plena dos reflexos doces destes dias de olhar feliz, a vida, a nossa vida, mistura dor e alegria, sofrimento e felicidade, desilusão e sonho, amargura e paixão, choro e riso, ódio e amor. Assim, quando nessa busca constante O vento te rugir e a chuva cair em massa, quando o céu te fugir e sentires o teu amor em desgraça, quando o arco-íris te mentir e a sua recordação ficar laça, lembra-tedo brilho divino que vislumbraste nesta promessa de amor eterno….Lembra-te Que o vento, a chuva, o cinzento do céu, o arco-íris, as tuas lágrimas, as tuas duvidas, todos eles fazem parte do mistério da vida. Lembra-te Como Pessoa, que: “O mistério das cousas? Sei lá o que é o mistério. Único mistério é haver quem pense no mistério.”Aí ergue os teus olhos para o firmamento e procura devagar, em paz, o caminho de regresso ao vosso arco-íris de mãos dadas com o brilho intenso e mágico (quase irreal) da mais nova de todas as estrelas do céu..." LC21/06/97

15/06/2007

:O(

15/06/2007
"ENTRARAM NO CANIL 36 CÃES EM 4 DIAS!
(14 Junho)
Nestes quatro dias da semana deram entrada no canil municipal de Braga, para abate, 36 cães... mais de metade entregues pelos donos e por variadas razões... A Yaris (nome dado pela ABRA), por exemplo, foi por um problema de pêlo!"

Não consigo entender este tipo de notícias, será que as pessoas se sentem tão desesperadas que abandonam os seus animais, porque sentem que não existe outra opção? Ou então simplesmente livram-se dos bichos, apenas porque já não dá jeito? Eu não consigo compreender como é que se vai buscar um bicho, se convive com ele uns tempos e depois aparece uma mudança de planos e pumba! adeus-ò-vai-te-embora que já me estas a chatear!
Espero sinceramente que esta postura seja algo de passageiro, que as mentalidades mudem e que um dia os meus filhos ou netos, não me ponham na rua quando eu deixar de lhes-dar-jeito, do estilo
-Xá-cá-ver se a deixar aqui alguém a recolhe? ou então pode ser que seja atropelada! ai o raio da velha que só dá chatices!

noticia reterida daqui

3 diga lá:

Tiquinha disse...

Esta altura do ano é caotica, mas também me faz uma certa confusão a facilidade com que se desfazem de um amigo!! eu as vezes acho que para muita gente, um "cão de marca", funciona exactamente com um automóvel ou uma roupita de marca, e a miníma chatiçe... arranja-se um novo!! Também me revolta e acredita que em situações assim, eu não fico com nada entalado... Mas felizmente ainda há gente de coração que os recolhe e lhes dá um lar.. Mas aos poucos o Flagelo do verão, vai-se começando a ver... (ainda no outro dia me contavam, que havia gente que antes de ir de férias largava o bicho num baldio e quando volta-va iam procura-lo, eu cá por mim se fizesse tal coisa acho que não tinha sossego um unico dia, mas eu sou tipo dona galinha com o meu gato)..
Enfim, mas se chega ao ponto de ir abandonar os idosos nas aldeias enquanto se vai laurear a pevide, eu já espero tudo!! Até espero ver um porco a voar....
beijocas
tica

susana pina disse...

Minha linda, mais uma vez me deixas sem palavras...
De facto o que tu dizes e muito bem, deixa-nos a pensar, e não tenhas a mínima dúvida de que hà muita gente a abandonar os seus próprios familiares.
Quem não gosta dos animais, não pode gostar das pessoas.
Como é que uma pessoa depois de ganhar amizade a um animal, o pode abandonar?
Eu não quero, nem consigo imaginar que um dia a minha Big termine a sua vida, quanto mais abandoná-la.
Amiguinha é revoltante demais.
Um bj enorme de quem te ademira muito
Susana

amora disse...

Sinceramente também não compreendo. No fundo essas pessoas não respeitam a dignidade dos animais e vêem-nos como objectos descartáveis ou como seres inferiores. Só quem nunca olhou para os olhos de um animal abandonado é que poderá ter tanta frieza.

beijos e bom fds

 
Design by Pocket