"...nem todos os dias são dias de olhar feliz. Estes dias raramente nos são oferecidos (daí o seu mistério) e quase sempre têm de ser construídos, desenhados, conquistados. Nesta procura do sentir a alma plena dos reflexos doces destes dias de olhar feliz, a vida, a nossa vida, mistura dor e alegria, sofrimento e felicidade, desilusão e sonho, amargura e paixão, choro e riso, ódio e amor. Assim, quando nessa busca constante O vento te rugir e a chuva cair em massa, quando o céu te fugir e sentires o teu amor em desgraça, quando o arco-íris te mentir e a sua recordação ficar laça, lembra-tedo brilho divino que vislumbraste nesta promessa de amor eterno….Lembra-te Que o vento, a chuva, o cinzento do céu, o arco-íris, as tuas lágrimas, as tuas duvidas, todos eles fazem parte do mistério da vida. Lembra-te Como Pessoa, que: “O mistério das cousas? Sei lá o que é o mistério. Único mistério é haver quem pense no mistério.”Aí ergue os teus olhos para o firmamento e procura devagar, em paz, o caminho de regresso ao vosso arco-íris de mãos dadas com o brilho intenso e mágico (quase irreal) da mais nova de todas as estrelas do céu..." LC21/06/97

03/03/2006

03/03/2006


"Muito Esperto


Uma das dez raças mais inteligentes, o Retrevier do Labrador é capaz de aprender tudo e um pouco mais...
Graças a sua inesgotável vontade de agradar o dono, o labrador, apesar de agitado, é fácil de ser adestrado e educado. Mas antes do cachorro ser cobrado para tais funções, o dono deve entender que nesta ação ele é a chave principal, pois se ele mesmo não "aprender" a comandar seu animal, corre o sério risco de ser "o comandado" pelo resto da vida.

Desde o primeiro dia em casa, o filhote deve começar a ser educado com pulso firme, fazendo-o entender tudo que é permitido e, principalmente, o que não pode, repreendendo sempre que fizer uma atitude que não agrada. Mas atenção: repreender não significa bater ou gritar com o animal, mesmo porque não é esta a linguagem de um labrador, nem de qualquer outro cachorro. Poucos palavras, mas firmes e seguidas das ações proibidas são o suficiente, pois em menos de 8 segundos o filhote não poderá mais assimilar nada. Saberá que algo não está bem, mas, o porquê, jamais saberá! Se devidamente motivado, é obediente e prestativo, além de um companheiro tranquilo."(??????????)

Nota:Texto retirado daqui

A pergunta que se impõem é: Onde é que foi que eu errei?
A Naomi está com um dói-dói numa pata, não sei onde se magoou, só sei que foi ontem, depois de me ter desobedecido mais uma vez. Terá sido castigada pelo deus dos cães?
Continua muito tola, o comportamento dela parece o de uma cachorro com 3 ou 4 meses, e eu confesso que me tem faltado a paciência ultimamente :O(.
Bom fim-de-semana para todos.

1 diga lá:

Formiguinha disse...

É uma pequena diaba! Bjinhos***

Vou copiar o post da cadela que precisa de boleia;)

 
Design by Pocket